Jon Jones volta a ser preso por violar liberdade condicional

O ex-campeão dos meio-pesados do UFC Jon Jones foi detido nesta terça-feira (29) no Centro Detenção Metropolitano do condado de Bernalillo, Novo México, nos Estados Unidos. A prisão do atleta foi decretada após envolvimento dele com corridas de rua, os populares ”rachas”.

Jon Jones recebeu cinco multas diferentes

Na segunda-feira, imagens divulgadas pelo departamento policial do município mostraram o ex-lutador xingando um oficial e negando a acusação de que estava correndo.

O site americano “TMZ” divulgou um vídeo em que o lutador aparece xingando o policial. Na ocasião, Jones chamou o policial de mentiroso, desprezível e falou que aquela situação era ridícula. Confira em inglês (os insultos começam aos seis minutos e seis segundos):

O ex-campeão do peso meio-pesado contou ao podcast “The MMA Hour” que a mais grave foi por participar de um racha. No entanto, “Bones” falou que estava parado no sinal vermelho quando fãs o reconheceram e ele acelerou para animá-los.

 “Eu, definitivamente, não estava fazendo racha. Eu fiquei nervoso e disse algumas coisas que talvez não devessem ser faladas a um policial. Ele precisava de alguma justificativa para ter me parado. Ele inventou a história toda de que eu estava participando de um racha.”
O atleta estava em condicional após assumir culpa de um crime em 2015, no qual ele bateu um carro alugado ao cruzar um sinal vermelho e atingir outros dois veículos. Dentro de um deles estava uma mulher grávida, que ficou ferida. Jones fugiu da cena a pé, sem prestar socorro às vítimas da colisão. Como pena, foram aplicados 18 meses de liberdade condicional e 72 sessões de serviço comunitário.
A reincidência de infrações de trânsito enquanto cumpria a condicional resultaram na prisão, fato que não ocorreria caso o ex-campeão do UFC estivesse com o nome limpo. Não ajudou a ele outra multa recebida em janeiro, por dirigir sem habilitação.
Jon Jones tinha seu retorno marcado para o octógono no próximo dia 23 de abril, no UFC 197, em confronto com Daniel Cormier. Sua participação fica agora em xeque, já que os problemas legais foram o motivo do afastamento do lutador da organização no ano passado.
O UFC também publicou um comunicado oficial sobre o assunto:

O UFC está ciente de que Jon Jones se apresentou ao Departamento de Polícia de Albuquerque na manhã desta terça-feira, com uma possível violação de sua liberdade condicional, decorrente de uma batida de trânsito na semana passada.

O UFC está em contato com a equipe jurídica de Jones e não fará nenhum comentário adicional até que a organização tenha tempo adequado para recolher as informações necessárias

O combate que Jones faria contra Daniel Cormier no UFC 197 pelo cinturão dos meio-pesados está em risco, já que Jon pode ficar preso até um novo julgamento.

Foto jon jones
Jon Jones posa para foto após ser detido por infrações de transito

 


Bem fracoRuimLegalMuito bomExcelente
0 votos, média: 0,00
Loading...

Veja também

Floyd Mayweather derrota Conor McGregor e faz história

A verdade foi estabelecida. A ousadia de Conor McGregor, de desafiar um campeão mundial de …